Vale a Pena usar tv gato?

Hoje vamos falar sobre o assunto que tem muita controvérsia pois de a fazer ou não gato na tv por satelite

Claro que não é legal pois você não esta pago pelo serviço mais se parar e pensar a operadora também não esta perdendo nada, afinal eles só pagam para os canais da tv fechada pela quantidade de assinaturas que eles tem então você  esta roubando da sky ou claro pois elas não estão pagando nada.

Quem perde é apenas o governo pois vc não esta pagando nada a ele.

Olhe as grandes vantagens do CS se aparece:

  • O sistema é mais seguro do que se parece. Servidores ficam fora do Brasil e não guarda logs
  • Você tem todos os canais liberados inclusive os adultos
  • Preço baixo pois eles trabalha compartilhando uma assinatura real ou seja 1 asinatura cerca suporta até 30 conexões..
  • Tem um teste sem pagar utiliza por um dia e somente depois faz o pagamento ou não.

Estes são os principais motivos que tornam interesse você conseguir voce comprar um cs e para utilizar os seus benefícios.

funcionamento do servidor cs

Como funciona

De forma facil de entender, o sistema segue uma seguinte lógica: Contendo dois ou mais receptores FTA (free to air) conectados em uma rede, um desses decos será o servidor onde coloca-se o cartão da operadora de Televisão original que vai ler os dados do cartão e passar para os outros usuários do servidor, que nesse caso, serão os clientes, fazendo assim como que funcione como se tivesse também um cartão original.

Realizamos diversos teste e vamos mostrar os resultados, em um servidor cs gostamos muito do sistema nao houve nenhum problema e realizei o teste sem complicação.

Outro tive problema mais não vou citar nenhum nome aqui pois se precisa só procurar no google Login CS que vai aparecer monte de sites que vende.

Recomendo procurar um teste cs 24 horas antes de assina o plano assim ja sabe como vai funcionar preste atenção nos horários de pico se não travar pode comprar sem medo.

 

 

 

Vale a Pena adquirir nova Febre chama Bebe Reborn

Após muitos pedidos aqui no blog Farol Net

Vou falar um pouco da nova moda entre as meninas, ela é uma boneca que é muito realista que chega aparecer um recém nascido de verdade. Minha experiência com bebê reborn foi há cerca de
oito meses fui adicionada um grupo no facebook chamado mães de bebês rebonr, não dei muita atenção até porque nunca me interessei pouco até que em minha timeline começou a aparecer postagens desse grupo que me chamaram a atenção.

Como é comprar uma Bebe Reborn

fotos lindos de bebês reborn muito realistas depoimentos de mães recorre muito emocionado dia a dia

nesses bebês redor quando vi já estava gostando do assunto e acompanhando cada postagem do até que

um dia alguém do grupo mostrou seu bebê reborn lindo e realista indicou o link

da segunda entrei no site e vários bebe reborn me apaixonei por uma menina e comprei

fiquei muito ansiosa mas nem dormia direito até o diga finalmente me tornei

e minha bebê record é a coisa mais linda que já vi realmente senti uma mãe de verdade mas

não acabou por aí gostei tanto da minha filha pensei em dar maior ou um irmão comprei no segundo porque em redor desta vez o menino.

Navegando na internet encontrei outro bebê tão incrivelmente fofo e realista que pensei ele vencer meu

pronto e viciado em vez de morte hoje tem uma coleção de seis bonecas porque me controla a vontade de ter muito mais por isso deixo aqui um alerta não compre um bebê reborn, compre duas, três quatro muitos você puder são tão lindos tão apaixonantes e você com certeza vai querer mais juntos

não esquece de procurar bastante antes de efetuar uma compra sempre

Veja como é ganhar uma

O que pode ser feito com a boneca reborn

o que pode e o que não pode do fazer com a bebê reborn, dica é a seguinte é o bebê reborn ele
nada mais é do que a réplica de um bebê real certo, se nós tivermos em vista que a maioria
dos bebês reborn, tem o tamanho aproximado de um bebê até dois meses como que você trataria um bebê de dois meses?
Você investiria de qualquer jeito puxaria pelo braço puxar o cabelo não você trata com cuidado com delicadeza essa é a dica mais preciosa que eu tenho pra dar pra vocês tratem sobre reborn, como se fosse um dever real no quesito delicadeza e cuidado assim com essa dica o resto ficou fácil o pão pode tomar banho?  Não pode ser molhado não pode levar à praia não pode colocar na piscina não faça isso que você vai pegar o seu bebêbé muito mais do que um brinquedo ele é uma obra de arte é demorar dias para ser feito então toda delicadeza é bem necessário na hora do cuidado dele mas especificamente falando do banho porque não pode 98% dos moldes eles têm corpo de tecido Se você encharca esse corpo ele não vai dar conta do seu carro pela dentro não tem ventilação nenhuma e vai mofar além disso dentro do dos bracinhos e das perninhas do bebê artista no caso eu é preenchido com areia própria para artesanato para dar o peso do bebê que o bebê precisa ter um peso bem ao certo se você chácaras areia do mesma maneira que o corpinho ela não vai dar conta de secar vai mofar você vai estragar seu bebe reborn
Até a proxima

 

Dicas para deixar de fumar

Que o cigarro faz mal à saúde você está cansada de saber. A cada tragada são cerca de 4.700 substâncias tóxicas enviadas ao pulmão. Isso faz com que o fumante corra o risco de adquirir mais ou menos 50 problemas diferentes, principalmente ligados ao coração, circulação e pulmão. E não é só isso. O fumo, além de estar totalmente fora de moda, também ataca em cheio a sua beleza, pois acelera o envelhecimento. Para falar mais sobre esse assunto, convocamos o Dr. Marcos Roberto Marques, especialista em clínica médica do Hospital Vita Batel, em Curitiba. Confira:
O cigarro e a sua beleza
Uma vez que o fumo atrapalha a circulação do sangue nos tecidos, a nutrição da pele, dos cabelos e do corpo todo fica prejudicada. Além disso, os componentes químicos do cigarro aceleram a destruição do colágeno e da elastina, que são responsáveis pela sustentação da pele. Resultado: pele amarelada, bolsas profundas embaixo dos olhos, rugas de expressão mais profundas – especialmente na região da boca e nariz –, flacidez, queda de cabelos, celulite. Além disso, os dentes ficam amarelos e o hálito, péssimo. Será que vale a pena? Resposta: claro que não!

Nunca é tarde pra parar

“É comum as pessoas terem dificuldade na hora de largar o vício, mas os benefícios ocorrem tanto em curto, quanto em longo prazo. Por exemplo: nos primeiros dias e meses, você já vai perceber uma melhora na pressão sanguínea, no fôlego e na disposição. Além do paladar e da circulação do sangue. Após 5 a 15 anos, você reduz os riscos de doenças do coração a níveis de quem nunca fumou”, explica o Dr. Marques.

Algumas dicas do especialista

1- Você pode parar de fumar imediatamente ou gradualmente. Escolha um dia e simplesmente pare. Ou vá reduzindo dia a dia o número de cigarros até parar, ou ainda atrasando a hora de tragar o primeiro. O ideal é que o processo não se estenda mais do que uma semana.
2- Se a vontade for muito forte, você pode escovar os dentes, beber água gelada, comer uma fruta ou praticar exercícios.
3- Tente se distrair: converse com um amigo. Existem programas de combate ao tabagismo que dão apoio completo, multidisciplinar.

Você não engordará se não quiser

Se o seu medo é engordar, saiba que, ao parar de fumar, você não ganhará peso se mantiver uma alimentação equilibrada. Ou, se ganhar peso, serão uns dois quilinhos… Nada comparável a todo esse estrago, não é?

Aplicativos que ajudam ficar mais bonita

Até quem não tem muita intimidade com tecnologia corre o risco de se apaixonar (e viciar!) pelos aplicativos de beleza. Fácil entender por quê: eles ensinam a fazer manicure, maquiagens e penteados dignos de profissionais, simulam a cor da sombra, do esmalte e da tintura capilar para você decidir qual tom combina melhor com o seu estilo. Há até programas que ajudam a encontrar o tipo de perfume que é a sua cara.

Se curtiu a ideia, confira alguns apps que vale a pena ter à mão, literalmente, no seu celular ou tablet:

Perfect 365 Permite que você faça uma selfie e use essa foto, ou a de uma das modelos disponíveis no programa, para tirar a prova se a cor da sombra, do batom e do blush combina com o seu tom de pele.
Outra ferramenta superlegal desse app é checar como seu rosto ficaria se fosse mais comprido, tivesse bochechas mais cheinhas ou um nariz menor.
Michelle Phan Makeup Até quem não fala inglês aprende – e muito! – com a autora norte-americana que dá nome ao app. Os vídeos, que ganham nota 10 em produção e trilha sonora, são extremamente didáticos e trazem inúmeras sugestões para se produzir para as mais variadas ocasiões e criar efeitos incríveis, como ficar parecida com atrizes de Hollywood.
Beautylish Tem tudo para agradar as mais moderninhas, pois ensina a fazer desde penteados temáticos, como o da princessa Elsa, do filme Frozen, uma aventura congelante, até looks mais conceituais, como os que aparecem nos desfiles de Paris ou nas revistas de moda.
Seu Perfume Em forma de teste, ajuda a esclarecer dúvidas de todos os tipos, como quais as melhores famílias olfativas para ajudar a conquistar o parceiro no primeiro encontro, usar numa festa noturna ou na reunião de trabalho.
Hair Color Genius É responder o questionário para ter duas sugestões de cores ou luzes para tingir seu cabelo. Depois, você pode tirar uma selfie e aplicar as duas opções de tom para ver como ficaria.
Celebrity Hairstyle Salon Sob medida para quem está pensando em mudar, mas ainda não está segura sobre o que quer. Isso porque o programa permite que, depois de fazer uma selfie, você escolha os cabelos das suas celebridades favoritas e os aplique sobre a sua foto, para ter uma prévia de como ficaria se copiasse o look delas.

Conheça a reconstrução capilar

O próprio nome já dá pistas de que reconstrução não deve ser confundida com hidratação capilar. Essa última, além de hidratar, deixa o fio mais brilhante, macio e, como consequência, ajuda a evitar o aparecimento de pontas duplas e o desbotamento da cor no caso dos tingidos.
Já a reconstrução é realizada com queratina, que é a principal proteína que constitui o cabelo. “Esse ativo funciona como uma espécie de cimento, pois preenche o interior do fio e o envolve por fora, reconstruindo as áreas danificas. Daí a recomendação de fazer o tratamento somente quando o cabelo está muito danificado, a ponto de, sem tocá-lo, identificar que não está nada saudável”, esclarece a terapeuta capilar Dilma Batista, do salão Visage Coiffeur (Rio de Janeiro). Só para ter uma ideia, nessa situação geralmente o fio parece manchado de tão opaco que está, fica áspero, elástico e frágil a ponto de arrebentar ao ser puxado na hora de fazer um coque ou rabo-de-cavalo.
Costuma ficar com a cabeleira nesse estado quem adora torrar sob o sol, faz química em excesso ou de maneira inadequada, usa secador e chapinhas várias vezes por semana ou utiliza aparelhos desregulados ou específicos para profissionais, que aquecem demais. Para quem não sabe, o calor abre as escamas, facilitando a saída de água, proteína e pigmento do interior do fio.
Procure um profissional!
Apesar da queratina ter todo esse potencial reconstrutor, se for usada de maneira exagerada ou sem que o cabelo necessite, ela pode deixar o fio rígido a ponto de partir ao ser penteado. “Daí a importância de consultar um cabeleireiro ou terapeuta capilar de confiança para fazer um bom diagnóstico e, caso você seja candidata à reconstrução capilar, orientá-la sobre o número de sessões e qual o intervalo entre elas”, avisa Dilma Batista.
É bom lembrar que até durante o tratamento em que há a recomendação de usar essa proteína é comum sentir que o cabelo está mais grosso, com pouca maciez e flexibilidade. Mas aguente firme porque passada essa fase começa a de hidratação, necessária para recuperar os lipídeos e a água da fibra e aí, sim, tudo voltar a ficar como antes.

Protegendo a pele e o cabelo do cloro

sol de verão brilhando no céu, nada melhor que um banho de piscina geladinho pra se refrescar, não é mesmo? Natação, hidroginástica, parque aquático, tudo o que envolve água é hit da estação! Uma delícia, mas para chegar ao fim das férias com pele e cabelos saudáveis, é preciso, além do protetor solar, protegê-los da ação do cloro! “O cloro promove ressecamento e é um irritante primário para pele e cabelos. Contribui para a perda do efeito de barreira natural e aumenta o risco de alergias e infecções na pele. Além disso, contribui para perda de brilho e propensão à quebra dos fios”, alerta o Dr. Ricardo Limongi Fernandes, dermatologista do Hospital Santa Cruz (São Paulo).
Barreira de proteção
Antes de entrar na piscina, evite lavar o rosto com sabonete, para manter a película formada pela oleosidade natural da pele. Depois do banho de piscina, prefira substâncias neutras para higienizar a pele e opte por água termal e hidratantes. “Substâncias neutras de limpeza impedem o ressecamento adicional promovido pelos sabonetes comuns. A água termal é rica em oligoelementos e sais minerais, tem ação calmante, anti-inflamatória e antirradicais livres. Os hidratantes podem conter agentes emolientes, oclusivos, reparadores proteicos e umectantes, e são fundamentais para a recuperação da pele depois de exposta ao cloro. Estas medidas são suficientes também para preparar a pele para uma próxima exposição ao cloro de piscina”, orienta o dermatologista.
Cabelo protegido é cabelo bem tratado
Os cabelos também merecem cuidados. Se você frequenta piscinas regularmente, é importante manter uma rotina de cuidados para minimizar os danos. “Com a exposição ao cloro, os cabelos ficam mais frágeis e quebradiços. Produtos para hidratação capilar sem enxágue podem restaurar parte do dano gerado pela água clorada. Os cuidados podem ser feitos no salão de cabeleireiro, ou em casa, sob orientação de um dermatologista”, diz o Dr. Ricardo.
Atenção platinadas: “Pessoas loiras, com cabelos tingidos ou danificados podem ficar com o cabelo esverdeado quando frequentam piscinas. Isso ocorre pela impregnação de sulfatos através de áreas danificadas da cutícula do cabelo. Os sulfatos são utilizados para corrigir o pH da água de piscinas. O uso de hidratantes capilares que reforçam o efeito de barreira do fio consiste na melhor prevenção ao esverdeamento dos cabelos”, orienta o especialista.

Outras dicas
Se você pratica natação frequentemente, valem mais alguns cuidados: se possível, prefira água não clorada; capriche na proteção solar; evite banhos quentes e demorados, sabonetes e xampus muito secativos, ou buchas de banho, que contribuem para o ressecamento de pele e dos fios, não se esqueça de hidratar muito bem o corpo inteiro e os cabelos.

Cinco doenças da pele mais comuns

Além das famigeradas espinhas da adolescência, a pele pode apresentar outras alterações que precisam de atenção e acompanhamento médico. A Dra. Inaê Cavalcanti Marcondes Machado, dermatologista na DOM Medicina Personalizada, em São Paulo, apresenta as mais comuns:
Dermatite seborreica

Você pode perceber uma inflamação no couro cabeludo, oleosidade excessiva ou sua forma descamativa, a famosa caspa. E, apesar de não representar risco para a saúde, pode ser constrangedora. “Vale salientar que a dermatite seborreica não está associada à falta de higiene”, ressalta Inaê. Dentre as principais causas, ela destaca: permanentes, alisamentos, colorações em excesso, utilização de produtos inadequados, variações hormonais, instabilidade emocional (ansiedade, estresse, depressão), alimentação inadequada, tratamentos farmacológicos e a proliferação descontrolada de micro-organismos.

Alopecia areata

Apresenta-se como uma queda de cabelo de origem autoimune, ou seja, o sistema imunitário do corpo age como se os folículos capilares fossem um organismo estranho e os ataca. Os primeiros sintomas surgem na forma de uma mancha redonda de cerca de 2,5 cm de largura. A alopecia areata tem várias formas, definidas de acordo com o seu grau de gravidade, podendo variar de pequenas manchas de perda de cabelo no couro cabeludo até a perda de todo o cabelo e dos pelos corporais.

Rosácea

Causada pela combinação entre predisposição genética e tipo de pele, aliada a fatores que podem variar, como alterações emocionais, hormonais, alterações abruptas do clima, uso de bebidas alcoólicas, ingestão de alguns alimentos ou medicamentos. Caracteriza-se pelo aparecimento de pequenos vasos sanguíneos e pequenas espinhas ao redor das áreas avermelhadas, mas sem cravos. Cerca de 50% dos pacientes com rosácea desenvolvem um problema na região dos olhos, semelhante a uma conjuntivite, que, se não for tratado, pode resultar em sérias complicações oculares. Fique atenta.

Vitiligo

É uma doença autoimune. Uma disfunção no sistema imunológico faz com que as defesas do corpo ataquem os melanócitos, células responsáveis pela produção de melanina, que dá cor à pele. O vitiligo tem curso crônico, não há como prever sua evolução, que pode permanecer estável durante anos, voltar a se desenvolver ou regredir espontaneamente.

Acne

A acne adulta tem se tornado cada vez mais comum. Isso acontece por uma produção maior de hormônios masculinos nessa faixa etária. Mas outros fatores também colaboram para o aumento de casos: o estresse da vida moderna, já que a mulher trabalha mais, disputa espaço no mercado de trabalho, tem uma carga horária sobrecarregada (esposa, mãe, profissional, mulher), e isso causa alterações hormonais. Esse descontrole reflete na pele, nos pelos e cabelos (queda), e no ciclo menstrual. Além disso, o uso de cosméticos e maquiagem de maneira incorreta e a questão de não limpar a pele corretamente também são fatores que podem resultar no surgimento da acne na mulher adulta.

10 historinhas fedorentas para ler no banheiro

historinhas para ler no banheiro

A Alice ainda  não chegou na idade do desfralde, mas como passo o dia inteiro com ela é muito fácil perceber os sinais da chegada do número dois, lendo coisas na internet sobre fraldas de pano acabei encontrando muitos textos sobre Higiene Natural. Antes de falar sobre a Higiene Natural quero dizer que cheguei a comprar as fraldas de pano modernas, porém nunca usei. Minha filha teve APLV  (alergia a proteína do Leite de Vaca), e apresentava evacuações frequentes e com sangue, até descobrir o que era e como tratava continuei com as fraldas descartáveis e depois esqueci essa ideia e resolvi ser mais sustentável em outras áreas da minha vida. Para minha alegria a alergia sumiu com um ano graças a amamentação, ainda bem que insisti muito nesse quesito, e ela continuou mamando até 1 ano e 11 meses, outro fator determinante para a cura foi a dieta supervisionada por uma nutricionista. Fiquei meio triste de não ter usado as fraldas de pano, mas por outro lado não posso negar a praticidade das fraldas descartáveis. Higiene Natural ou como é chamada em inglês EC (Elimination Communication) na verdade não é nenhuma moda ou novidade, é uma prática milenar. A invenção das fraldas é uma coisa muito recente, e logicamente as famílias tinham de arrumar um jeito de lidar com as evacuações dos bebês. Povos com menos contato com a sociedade urbana ainda se utilizam dessa técnica que consiste em observar o bebê e ler os sinais que ele dá quando está com vontade de fazer o número 1 ou o número 2 e colocá-lo num local adequado para fazer o serviço. Uma vez eu li que uma esquimó ficou indignada quando perguntaram a ela se o bebê slingado coladinho e peladinho ao seu corpo não a sujava com fezes e urina, ela achou muito estranho que uma mãe não saiba ler os sinais do próprio filho. Obviamente depois de anos de urbanização e de uma cultura que afasta cada vez mais mães e bebês é bem complicado estabelecer esse tipo de conexão com o próprio filho (a). Eu que tenho todo tempo do mundo não consigo e morro de inveja das esquimós.

Vale ressaltar que essa prática não é um tipo de desfralde, apenas uma maneira de ensinar o bebê a entender os sinais do próprio corpo. Há crianças que nunca se utilizaram de fraldas. Vale assistir o vídeo abaixo para entender como funciona.

Outra coisa curiosa é que apesar da modernização das sociedades, muitas famílias não usam fraldas descartáveis. É o caso das crianças chinesas, aliás elas usam um tipo de calça especial para facilitar esse momento.

É no mínimo curioso. E fiquei pensando…imaginem só se TODAS  as crianças do mundo usassem fraldas descartáveis! Certamente a humanidade estaria atolada em pilhas de fraldas, pensei: Puxa que pena que não consegui usar as fraldas de pano, e que também sou bundona e não tenho coragem de abolir totalmente as fraldas descartáveis, mas decidi que pelo menos ia tentar reduzir o número de fraldas por dia,  então comprei um penico e comecei  o processo quando a Alice tinha 1 ano e 8 meses, vale lembrar que minha intenção nunca foi um desfralde precoce e sim uma maneira de economizar algumas fraldinhas. Depois de um tempo, surpreendentemente, o negócio começou a funcionar. Chegando a ficar mais de 15 dias avisando com antecedência,  por medo não tirei totalmente as fralda. Depois viajamos e por um tempo o negócio funcionou inclusive na viagem, mas com os estímulos todos da viagem a história se perdeu completamente, não fiquei triste, pois ainda está muito cedo para o desfralde.
Ainda não desisti da história e iniciei o processo novamente, uma coisa que não mudou foi a nossa rotina de leituras de banheiro. Inicialmente líamos todo tipo de história, mas no fim ela achou que algumas histórias combinavam mais com o local, realmente historinhas escatológicas combinam com banheiro. Há muitos livrinhos legais com historinhas fedorentas. Esses são os livrinhos da nossa biblioteca de banheiro:

1- Cocô no trono – Benoit Charlat – Cia das Letrinhas

Esse livro é muito fofo, é o tipo de livro que resiste a crianças pequenas, suas folhas são grandes reforçadas, possui um pop up e ainda faz som de descarga. O livro conta a história de vários animais grandes que já sabem usar a privada: o Lobo que faz um cocô malvado, o Elefante que faz um cocô gigante e também a história do pintinho que além de fazer cocô na privada sozinho ainda puxa a descarga. As ilustrações são muito bonitinhas e o som da descarga é bem divertido.  

2- O que tem dentro da sua fralda? – Guido Van Genechten – Brinque Book

O livro conta a história de um Ratinho muito curioso, num belo dia ele resolve descobrir o que tem dentro da fralda de seus amigos. São cocôs de todos os tamanhos, cores e formatos. Se você tiver nojinho não leia o livro. A edição é bem interativa, dá para abaixar as fraldinhas e ver o serviço que os amigos de Ratinho fizeram, no final os amigos ficam curiosos para ver a fralda do roedor e para surpresa geral ela está totalmente limpa, para saber o motivo vocês terão que ler o livro.

3- Até as princesas soltam pum – Ilan Brenman – Brinque Book

Como as princesas fazem Alice? E ela responde: “Pruuuuuurrrrrr!!!”
A protagonista do livro chama-se Laura e um dia chega em casa com uma grande pergunta: Será que as princesas soltam pum? O pai com muita delicadeza e criatividade soluciona a questão da filha de uma maneira muito fofa. O que acho bacana desse livro é que desconstrói um pouco aquela imagem de princesas perfeitas, mostra que princesa é gente como a gente. É que mesmo soltando pum elas continuam sendo lindas princesas…

4-  Pai, todos os animais soltam pum? – Ilan Brenman – Brinque Book

Esse livro é a continuação do livro acima, nele aparece uma Laura mais velha e com perguntas mais elaboradas. O pai, dessa vez, fica com mais dificuldade em responder as perguntas e percebe o quanto sua filha é inteligente e sabichona. Ao final do livro tem-se uma explicação de uma bióloga explicando que sim, todos os animais soltam pum e uma teoria de vida em Marte.

5- Da pequena toupeira que queria saber quem fez cocô na cabeça dela – Werner Holzwsrth e Wolf Erlbruch – Cia das Letrinhas

Esse livro é bem engraçado e o preferido da Alice, totalmente interativo e proibido para pessoas com nojinho. Há cocôs de todos os tipos, tamanhos, cores, texturas e formatos e o que é melhor: puxando as abas você os vê saindo do bumbum dos bichos! Achei bem legal a vingança da toupeira! Não é politicamente correto se vingar, mas as vezes é divertido.

6- Hora do penico para meninas- Salamandra

Eu não ia comprar esse livro no Brasil, estava atrás da versão em alemão dele. Aqui esse mesmo livro não é separado por gênero. É amarelinho e universal. Não folheei a edição em alemão, mas entendi o porquê da edição brasileira ser separada dessa forma. É uma questão biológica. Meninas tem aparelho urinário diferente dos meninos. Até que o livro é bonitinho, a única coisa que me incomoda é essa coisa  clichê  de rosa para meninas e azul para meninos, e que meninas fazem cocô como princesas no trono e em penicos brilhantes. Como o resto dos brinquedos e livros aqui em casa não reforçam esse tipo de estereótipo e não fico muito aflita com isso.

7 – Adeus, fraldas, adeus! –   Sergi Cámara – Escala Editorial

Na verdade esse livro nem tem muita coisa legal, acho que ganhei em algum momento da minha vida como professora. O que a Alice gosta nele é que aparece uma família de cocozinhos que vivem no Esgoto. Os cocozinhos ficam ansiosos pois a sua Mãe Dona Cocô está demorando a chegar, na verdade ela só está atrasada pois o protagonista do livro não a liberou no penico! É meio bizarro mas gosto não se discute!

8 – Argh! – Jonathan Lambert – Brinque Book

O livro narra a história de um gambá chamado Fedô que circula pela floresta atrás do culpado pelo odor desagradável que ele está sentindo. A história não é tão atrativa, mas os pop ups são muito legais. 9 – A grande Cocômpetição – Guido Van Genechten

O livro narra um competição realizada pelo Rei Kagon. A cocômpetição nada mais é que  um desfile de cocôs artísticos, novamente vemos cocôs de todos os tamanhos, formatos e texturas.

10 – Sujo, eu? – David Roberts – Cia Editora Nacional

Vou colocar aqui uma história que ainda não li para a Alice mas que lembrei ao escrever essa lista. É uma história com todo tipo de coisa nojenta, lamber cachorro e ficar com a língua cheia de pelos, comer doce que estava no chão e até mesmo catota de nariz! As ilustrações são muito legais e engraçadas! Para fechar coloco aqui um vídeo sobre cocô que a Alice ama:

E vocês, também gostam de historinhas fedorentas? Se você tiver alguma indicação escreva nos comentários.

10 Comidas para um Desaniversário

10 Comidas para um Desaniversário

Quem não gosta de “Alice no País das Maravilhas”? Separamos aqui 10 comidinhas deliciosas para um maluco chá da tarde ou um inusitado Desaniversário.

1- Gastronomia é um dos canais  de culinária mais bacanas do Youtube Brasil. A série comida de Cinema que a Isadora fazia para a Tastemade Brasil é cheia de ideias deliciosas, nesse episódio ela  faz os biscoitos que fazem encolher a poção que faz crescer.

2- Morri com essa marmitinha fofa.

3- Uma linda torta da Rainha de Copas!

4-Um lindo biscoito em forma de relógio. Eu ia morrer de dó de comer esse biscoito. É uma verdadeira obra de arte!

5- Mais biscoitos lindos…

6-  Esse biscoitos são mais fáceis…

7- Cupcakes

8- Que tal um lindo bolo?

9-  Ideias de comidinhas e decoração para um chá com o Chapeleiro Maluco.

10- E para beber, além do chá, limonada Pink Flamingo!

Agora é só juntar o pessoal para um chá da tarde ou um divertido desaniversário!

10 bons exemplos masculinos para meninos na Internet

Por mais que a gente bata na tecla do empoderamento feminino, a maioria das Pacs têm… filhos! Nós tentamos ao máximo desconstruir os estereótipos de gênero dentro de casa, mas confessamos que é uma luta batalhar contra todos os milhares de exemplos bombardeados pela mídia. “Meninos não choram” “Aja como um homem” e “Parece uma menininha” são frases repetidas para e por meninos simplesmente porque a maioria dos personagens masculinos exalam virilidade e tendem a resolver seus problemas sempre com lutas, violência e atributos físicos.

Com isso em mente, separamos 10 personagens e pessoas públicas que estão no dia-a-dia da garotada que servem de excelente exemplo e uma boa maneira de começar uma conversa sobre comportamento e padrões de gênero, para todas as idades.

1. Yuri – Meu Amigãozão

 Mesmo que Meu Amigãozão seja de produção mista brasileira-canadense, Yuri é mais brasileiro impossível. Seus traços são claramente nativo-americanos ou porque não dizer, indígenas (o que não exclui os nativo-americanos do Canadá ou dos EUA). Yuri é uma criança de 5 anos que tem um amig(ã)o imaginário e junto com ele e seus amigos não-imaginários, aprende e ensina lições sobre egoísmo, empatia e amizade. Ele nem sempre está no seu melhor comportamento e é justamente isso que o torna tão identificável entre as crianças pequenas, seu público-alvo.

2. Os irmãos Kratts – Aventuras com os Kratts

Não se deixe enganar pelo traço que lembra o Ben 10: ele é feito para atrair crianças para um programa repleto de ecologia e lições sobre os animais e funciona muito bem. Meu filho, o pré-adolescente de 6 anos, acha os irmãos Kratts “radicais” mesmo que eles sejam adoravelmente atrapalhados e sempre dependam da equipe para tirá-los da encrenca. Os dois são um exemplo de fraternidade e trabalho em equipe, além de serem baseados em uma dupla real de biólogos (na versão americana do programa, eles aparecem no final).

3. Júlio – Cocoricó

Julio é um menino de 8 anos que se muda da cidade para a casa de seus avós no interior. Ele tem amigos de tudo quanto é jeito: índia, papagaio, cavalo, galinha, porquinho. Um menino curioso que mostra brincadeiras simples (coisa rara hoje em dia com tanta tecnologia) e também situações onde as crianças se identificam, como a briga por um brinquedo, medo de monstro. Ah, ele também toca gaita e sempre tem uma musiquinha nos episódios, já me vem na cabeça “o Julio na gaita, a bicharada no vocal. Tocando o rock rural”. Um exemplo do valor às coisas simples e curtição da infância.

4. O Professor – As Meninas Superpoderosas

Esse artigo do Hypescience explica as razões pelas quais As Meninas Superpoderosas são uma lição de estudos de gênero, mas o Professor é um caso à parte. Pai solteiro extremamente dedicado, dono de casa e cientista nas horas vagas, o Professor não tem medo de demonstrar carinho e afeto, nem de se prestar a papéis um tanto quanto… engraçados, o que acaba cativando os meninos.

5. Lucas Silva e Silva – Mundo da Lua

Um clássico da TV brasileira que continua sendo exibido na TV Cultura. O cenário um pouco 90ista pode causar alguma estranheza nas crianças (os telefones tinham fios), mas as situações vividas (e imaginadas) por Lucas permanecem atuais, exceto que nos dias de hoje ele certamente teria sido medicado injustamente para Déficit de Atenção. Ele é um excelente exemplo de como a imaginação pode funcionar para que as crianças se mantenham entretidas sem necessidade de estímulos externos.

6. Aang (Avatar)

Aqui no blog tem uma série de posts dos motivos pelos quais amamos Avatar e Aang certamente é um deles. Ele mostra sensibilidade e empatia desde o primeiro episódio e com o passar da série, percebemos que o amadurecimento espiritual é muito mais importante do que o físico para que Aang consiga controlar sua forma Avatar. Sem contar que Avatar é uma animação excelente para assistir com ou sem crianças, com protagonistas não-caucasianos que permitem uma introdução à culturas não-ocidentais.

7. Ash – Pokémon

De moleque pegador (de Pokémons) no começo da Liga Índigo a um treinador equilibrado e ponderado no Pokémon Black & White, a trajetória de Ash é muito mais sentida por adultos do que por crianças. Os que acompanham só os episódios mais recentes têm em Ash um modelo de treinador paciente, estrategista sábio e amigo leal, tudo isso intercalado com incríveis batalhas-pokémon.

8. Steven Universo

Outra figurinha carimbada do blog, seu programa alcançou o status de cult em pouquíssimo tempo e é sucesso entre adultos e crianças. Mas Steven não está aqui pelo conjunto da obra, mas por ser um personagem que foge dos padrões por estar acima do peso e em um modelo de família não-nuclear (chupa essa, bancada evangélica). A série é indicada para crianças mais velhas mas nós acreditamos que quando acompanhadas, todas as questões podem ser discutidas com as crianças.

9. Iberê Thenório – Manual do Mundo

Meu filho é o fã número 1 do Iberê Thenório e é fácil saber o motivo. Iberê é o tio (agora o pai) legal que faz as experiências malucas e as pegadinhas sacanas, mas acima disso, ele é um cara extremamente simpático e pé no chão. O vídeo onde ele conta como chegou ao sucesso no YouTube é incrível e o torna ainda mais digno de admiração. Ver alguém de carne e osso realizando coisas incríveis, é uma forma excelente de fazer com que os meninos se interessem por ciências e sejam motivados a testar seus limites.

10. Neil DeGrase Tyson – Cosmos

Esse aqui é um modelo para meninos, meninas, jovens, adultos, pra todos. Neil é um astrofísico muito articulado que, apesar de sucesso como meme, extrapola todas as barreiras e quebra estereótipos. Ele fala de física de maneira interessante e cativante, e tem vídeos abordando temas como a presença de mulheres e negros na ciência. Para as crianças que já acompanham legendas, a série Cosmos (tem no Netflix) é incrível.